top of page
  • Foto do escritorFlabm

O Céu e o Inferno



O Céu e o Inferno já existem aqui na Terra, bem como o Julgamento e veredito final onde você colhe as consequências dos seus atos.

Com certeza você já experimentou um estado de paz, relaxamento, plenitude... onde sua mente estava serena e tudo parecia estar 'correto', fluindo, sem muito esforço.

E provavelmente você já teve experiências de profunda dor, medo, onde um número incrível de sentimentos ruins e coisas dando errado aconteceram de uma vez só.


Tanto o primeiro - céu, como o segundo - inferno, foram apenas consequências, respostas, devolutivas daquilo que você mesmo semeou - julgamento e veredito.

Não é preciso morrer e esperar um Ser Superior nos julgar e condenar, até porque, um Deus não tem julgamento ou comportamento humano egóico.

Apenas Amor. E o amor é aceitação e paciência infinitas.


Normalmente, expericiamos ambas as situações e o conjunto final de nossa assinatura vibracional é emitida e nos trazem os resultados de acordo com aquilo que estamos vibrando.

A assinatura vibracional é a soma de todas suas frequências: aquilo que você consome de conteúdo com seus órgãos do sentido (olhos, ouvidos, cheiros, ou seja aquilo que você lê, ouve, convive, come, lugares que frequenta, pessoas que convive...), aquilo que você pensa, aquilo que você sente, aquilo que você acredita (crenças, paradigmas, criados por você ou "enfiados na sua cabeça" por terceiros, pela ancestralidade ou pelo insconsciente coletivo), e aquilo que você nem "sabe"/lembra - o que está no inconsciente) que existe.

Enfim, explicando de um jeito simples para maior compreensão: somando tudo que você ESTÁ no momento e fazendo a MÉDIA disso (mais ou menos igual fazia na escola mesmo, soma tudo e divide pelo número de elementos), você envia uma somátoria final que emite uma frequência e recebe na mesma medida (não é bem assim, porque na verdade você recebe multiplicado aquilo que enviou porque a 'sua frequência vai captando e agregando todas as frequências similares à sua no caminho, e quando retorna, vem agregada dessas outras).


Conclusão, às vezes você se considera uma pessoa boa, mas tem um monte de tragédia acontecendo por aí. Então é hora de olhar se você está em coerência: se o que você está fazendo está condizente com aquilo que você está sentindo, falando, pensando, convivendo, lendo, ouvindo... e por aí vai. Pois às vezes usamos muito ESFORÇO nas nossas ações e se elas não estão trazendo resultados, é porque algo na sua energia, mente, sentimento, espiritualidade está fazendo uma força contrária MAIOR e está atraindo aquilo que você não quer. É se sua responsabilidade buscar ajuda para alterar essa condição.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page