top of page
  • Foto do escritorFlabm

Ladrões de Energia



1. Se afaste por tempo indeterminado de pessoas que vem 'desabafar' toda hora, que reclamam demais, e que só chegam para compartilhar queixas, coisas desastrosas, problemas, reclamações, medo e julgamento dos outros. Se alguém procura uma lata para jogar seu lixo interno, que NÃO seja na sua mente.


2. Pague suas contas a tempo E cobre aqueles que lhe devem, ou então largue para lá se já percebeu que é impossível receber. MAS largue pra LÁ MESMO. SOLTE.


3. Cumpra suas promessas. Se não cumpriu, se pergunte o porquê de sua resistência. Você tem o direito de mudar de ideia, de curso ou de opinião, mas se envolver alguém, se desculpe e se explique para a pessoa (não é sua responsabilidade se ela vai acertar, entender ou não. O que importa é sua intenção, então coloque uma intenção amorosa). Você pode também procurar renegociar ou compensar, porém não faça disso um costume. A melhor alternativa é NÃO PROMETER, nem para si nem para os demais ou DIZER NÃO desde o início.


4. Elimine, dentro do possível, (ou delegue), tarefas que você NÃO quer ou não prefere fazer. Dedique seu tempo àquilo que você DESFRUTE fazer.


5. Se dê PERMISSÕES. Descanse TODA VEZ que for necessário e aquiete sua mente para poder desfrutar o descanso e a reparação sem cobranças. Permita-se agir quando estiver em um momento oportuno.


6. Um espaço desordenado, bagunçado, cheio de memórias do passado, lixo, coisas que não estão sendo utilizadas, vão te sugando e drenando pouco a pouco. Não permitem espaço para criação e circulação de energia. Jogue fora o passado, limpe, reorganize e doe.


7. Sempre perceba o que seu corpo está te pedindo e te dizendo. E respeite os processos do seu corpo. Seja um determinado alimento, uma atitividade, um cochilo, um afastamento... respeite sua saúde física e sua intuição.


8. Cobranças internas e externas (de você para os demais ou dos demais com você), piedade (com você e com os demais) e excessos de obrigações e produtividade te consomem. "Enfrente" (não lute e não reprima) situações tóxicas que você está tolerando, seja de sua mente, resgatar um amigo ou familiar, ou comportamentos negativos de um grupo. Tome, amorosamente (ou seja sem ego ou reatividade) a ação necessária.


9. Aceitação. Não é o quanto você consegue apanhar e se reerguer (e contar isso como vitória), nem resiliência ou resignação (na forma que são interpretadas pela sociedade). Aceitar é parar de brigar, resistir e lutar com coisas e pessoas que você não pode mudar. Você não tem e não tem que ter o controle de tudo.


10. Você sempre pode escolher ter uma GRANDE PERDA - O PERDÃO. Deixar ir e soltar tudo aquilo que te traz dor ou desconforto. Simplesmente você pode escolher deixar ir.


Navegue pelas múltiplas ferramentas disponíveis no site, para que retome o seu poder e escolha aquela que mais fizer sentido para você neste momento.

www.flabm.com

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page