top of page

Técnica de Ativação do Merkabah

Etapas

Etapa 1
Etapa 1

ORIENTAÇÕES! É IMPORTANTE QUE LEIA TUDO COM ATENÇÃO!

Merkabah, Merkavah ou Merkaba em resumo significa o trono, o carro de Deus, um veículo que transporta todo o ser. Separando as três sílabas, seus significados são:

MER: um campo de luz contra rotatório

KA: espírito, alma ou essência

BAH: interpretação da realidade – na vida terrena, significaria nosso próprio corpo humano com o qual interpretamos a realidade que se apresenta.

Basicamente é o padrão de criação que deu origem a tudo. E você sabe disso, você simplesmente esqueceu.

Tudo no mundo tem forma, o Merkabah também tem uma forma, e é com ela que iremos trabalhar. Este texto é explicativo para que seu cérebro racional busque compreender, mas não importa se você não entender, a medida que sua prática avança, tudo fará sentido. Não se preocupe!

É uma estrutura geométrica sagrada composta por dois tetraedros invertidos, um girando no sentido horário e outro no anti-horário. A união dessas figuras forma uma estrela tetraédrica que representa o nosso veículo de luz, um veículo que tem a capacidade de auxiliar nos nossos movimentos multidimensionais e alcançar nosso poder pessoal na vivência aqui na Terra e em qualquer dimensão, e se tornar UM com o Superior.

Todos temos Merkabah, desde sempre. Porém conforme foram passando os anos fomos nos esquecendo e nos distanciando desse poder, e é chegada a hora de resgatá-lo e ativá-lo novamente. A ativação deste veículo deve ser uma decisão consciente da pessoa, e é feita através da respiração de forma ativa. Portanto sua participação nesse tipo de tratamento é imprescindível.

Quando você ativa o seu Merkabah, você se transforma em pura luz, se conectando com sua verdadeira essência e ascensionando. Ou seja, você sai desta perspectiva 3D de medos, prisões, sofrimentos, preocupações, problemas, limitações, sentimentos menos nobres, karmas, pecado e punição, etc., para outras dimensões mais elevadas, acessando energia amorosa de forma incondicional para si e para os demais, acessando as infinitas possibilidades, criando sua realidade de maneira mais elevada e próspera, se libertando dos dramas e se conectando com seu propósito maior, adquirindo mais amor e poder pessoal para fazer e ter tudo que já é seu por direito, e ainda tudo mais entre o céu e a terra que uma elevação pode te proporcionar, se assim você desejar.

Nós temos vários campos de energia sutis que circulam dentro e ao redor de nós como os Chakras, a aura... e quando essas energias são unidas são chamadas de corpo de luz humano. Vou explicar brevemente os campos de energia que são importantes para nosso entendimento e com o que vamos trabalhar aqui:

O primeiro é chamado Chi ou Prana, que é a energia vital e nos mantém vivos aqui na Terra, muitas vezes chamado de campo etérico e se estende cerca de 2,5 cm da pele. Quando terapeutas usam as mãos como no Reiki, ele pode ser um pouco maior 8-10cm. Este campo está muito ligado à sua respiração.

Os Chakras, que captam a energia e a fazem circular. Existem 7 principais e mais falados, que ficam ao longo da nossa coluna e estão ligados às glândulas do nosso corpo. Porém no trabalho com o Merkabah iremos usar 8 Chakras (o oitavo fica cerca de 45cm acima da sua cabeça), que criam 8 circuitos elétricos internos no nosso corpo, que possuem muitos condutores ligados à todas as células de nosso corpo, que chamamos de Meridianos. É um estudo muito complexo e não é necessário para o trabalho que iremos realizar, caso queria, pode estudar melhor sobre este assunto.

Existe um outro campo que está ligado às suas emoções e pensamentos que geram frequências eletromagnéticas a partir do seu cérebro e de seus órgãos/sistemas que é chamado de Aura, alguns dividem entre aura mental e aura emocional...mas independente da nomenclatura, é a energia que emana de suas emoções e pensamentos, e ela pode estar mais retraída ou até 1,5m do corpo aproximadamente.

Além desses campos existem alguns outros que não entraremos em detalhes, mas que levam nomes como: corpo astral, perispírito, corpo de luz, aura espiritual... são apenas subdivisões de toda essa energia que na verdade somos nós.

Enfim, depois deste tanto de aura existe um campo oval que circunda todos eles, que é o Ovo Primitivo. E além dessa estrutura oval existem campos de luz com formas geométricas que constituem a parte mais volumosa do corpo de luz humano - Merkabah que é o conjunto de linhas de energias que te liga com Deus, com o Universo e com Tudo que está disponível, onde o amor, poder e o conhecimento se tornam uma coisa só. Ele não acontece automaticamente nessa realidade (somente em raras exceções), portanto temos que ativá-lo.

ATENÇÃO:

Não se pode pedir esta técnica para outras pessoas e nem ensina-las. Não compartilhem os áudios!!!

Se você sentiu e deseja que alguém se beneficie desta ferramenta, por gentileza apresente a ferramenta e a descrição e deixe que a própria pessoa decida se é o tempo dela. Nem tudo é para todos o tempo todo. Eu sou guiada e orientada para facilitar apenas pessoas que já estão prontas ou no caminho.

Você poderá encontrar disponíveis por aí muitas meditações de ativação do Merkabah, algumas com boas intenções é claro, porém esta é uma técnica poderosa que deve ser feita com muita responsabilidade e principalmente à serviço do amor e não do ego. Então recomendo fortemente que sinta em seu coração se acaso achar que deve praticar ou indicar outras meditações que estão disponíveis, pois às vezes elas são muito "simples" e não dispõe da preparação correta para a prática.

Muitas pessoas estão usando sem a consciência e direcionamento necessários e como consequências temos desequilíbrios e mau uso da ferramenta e de todo seu poder. É como se você desse a chave de um carro muito potente para uma criança que não sabe como dirigir... pode ser desastroso para si e para os demais. Não é para qualquer pessoa neste momento, todos temos este carro de luz, porém existem muitos níveis de consciência em diferentes graus e nem estão todos aptos ou com intenções nobres. Já tivemos na história do planeta pessoas e líderes mundiais que tentaram recriar o Merkabah a serviço dos próprios interesses, do ego, do controle, da manipulação e do "poder", e tivemos consequências terríveis para o equilíbrio do sistema, do planeta, da vida e estamos pagando este preço até os dias atuais. Portanto reafirmo, seja responsável e amoroso. Não é um alerta para causar medo ou assustar, apenas para despertar a ideia de que o trabalho é sério e sagrado, não podendo ser confundido com misticismo ou leviandades.

Por isso a forma que estruturei esta técnica está dividida em partes, para que possamos acessar o amor e a nobreza primeiro, e assim ter melhores resultados para você, com consciência!

Crescer, evoluir, ajudar e desfrutar das coisas materiais que temos disponíveis é justo e não é estar a serviço do ego, você merece acessar todo seu poder e ter toda prosperidade do mundo. Controlar, dominar, manipular, ferir ou querer tirar vantagem e passar por cima do outro, sim.

Ainda cito pessoas que acham que estão usando o Merkabah porque é "moda", é místico, é transcendental, inclusive usando com outras substâncias que alteram a consciência para terem "viagens astrais", conexões com outros seres e todo tipo de coisa sem qualquer tipo de consciência ou responsabilidade... mas volto a reafirmar, não é para isso! É para seu crescimento, amor e poder pessoal e consequentemente para a evolução do planeta.

Eu estou aqui como forma de auxiliar e facilitar este trabalho, mas ele é exclusivamente seu, pois não posso e não tenho direito de interferir na sua vida e livre arbítrio. É o SEU veículo de luz, que te conecta com a parte mais nobre de seu ser, o que às vezes chamamos de Eu Superior, e com isso pode ter acesso com facilidade a tudo que desejar. Você já possui este poder, porém ele está "esquecido", inutilizado, parado... a técnica serve para que você o ative novamente, e para isso, sua decisão e ação conscientes são necessárias.

A forma com a qual estruturei esta ferramenta é para ir te preparando, para buscar o equilíbrio entre o feminino, masculino e a criança interior, a razão e a emoção, a intuição e a ação, ambos os hemisférios de seu cérebro, bem como te ensinar conscientemente a respirar da maneira correta de forma que as energias movimentadas, harmonizadas e equilibradas possam criar essa ativação, ir limpando as memórias negativas e anti- matérias acumuladas em todas suas existências e também despertar os sentimentos e frequências mais elevados, da maneira mais completa, fácil e leve possível. Intensifique sua prática quando sentir-se sugado pelas questões e preocupações terrenas, ou sentir que as coisas materiais estão muito pesadas. Pode praticar quantas vezes quiser no seu dia.

Se por acaso enquanto estiver praticando, dormir, está ok, pois nos áudios eu adicionei reprogramações mentais, frequências e comandos que irão te "tratando" e te libertando de camadas mais densas à medida que pratica. Mas sua prática deverá seguir até que possa fazer tudo conscientemente e se lembrar de seu Merkabah várias vezes ao longo do dia.

Como estamos despertando algo que está esquecido há muito muito tempo, um dia de prática não será suficiente para manter ativo o seu Merkabah, você saberá/sentirá quando ele estiver sempre ativo e poderá então "encerrar" sua prática quando se lembrar várias e várias vezes dele ao longo do dia "do nada".
Aí ele ficará no "automático", irá girar sozinho, se tornará permanente. O tempo que cada um chegará nesse nível é muito pessoal e não dá para precisar. E mais uma vez: não se preocupe se você não estiver entendendo nada ainda, apenas pratique e tudo fará sentido.

-IMPORTANTE: se você interromper sua prática antes da hora, se seu ego julgar que já está bom, ele irá parar de girar depois de aproximadamente 48 horas, e daí você terá que começar tudo de novo. Então vale repetir: ele estará girando sozinho e de forma permanente quando você sentir e se lembrar dele muitas vezes ao longo do seu dia, você vai ser um respirador consciente. É uma energia muito sutil, ao longo do seu crescimento você vai começar a presta mais atenção, perceber melhor. Escute mais o seu sentimento, sua intuição e você simplesmente saberá.

As primeiras práticas deverão ser feitas no começo enquanto você ainda está aprendendo, se libertando e se acostumando a respirar e a despertar sentimentos nobres... depois você poderá apenas ouvir e seguir o último áudio, e vai chegar um ponto que você sequer vai precisar do áudio mais. E no começo, olhem as figuras geométrica para que possam imaginá-las, depois você vai perceber que ao invés de imaginar você vai começar a realmente VER E SENTIR o Merkabah ao seu redor.

O trabalho que estamos realizando é sagrado e resultará na sua mudança para sempre, e se você chegou ao ponto de se interessar por ele é porque já vem trabalhando há muito para isso. Você pode confiar.

Mas caso não te pareça certo agora seguir adiante, pare e retome quando se sentir seguro.

Depois que entrar neste caminho de expansão não há volta, você se elevará à outro nível de consciência e alcançará voos superiores e estados mais elevados. Sua vida na Terra irá se alterar pois você irá crescer e vai perceber mudanças em sua vida, rotina, relações, conquistas, etc. O Ego costuma se apegar a muitas coisas gerando intenso sofrimento, portanto trabalhe a auto-observação e veja se e quando seu ego está criando resistência e dificuldade ao seu crescimento.

É absolutamente normal no seu processo de crescimento (você já deve ter passado por isso outras vezes), alguns amigos e relacionamentos 'tóxicos' ficarem para trás e surgirem outros, ciclos se encerrarem (trabalhos, antigos propósitos, moradias, jeitos de pensar e agir, até mesmo a forma com a qual você se veste, etc.) Enfim, o que quer que esteja impedindo você de crescer desaparecerá e o que for te auxiliar vai aparecer bem na sua frente, praticamente "caindo no seu colo". Não se surpreenda e não se agarre ao que tem que ir. Não é para causar medo, muito pelo contrário, é exatamente para se libertar de todas as correntes que te aprisionam à esta dimensão de sofrimento.

Sensações absolutamente normais e nada "preocupáveis" quando você está se elevando à novas frequências: tonturas, enjoos, sonolência, corpo ruim (como se estivesse gripado), choros e explosões de sentimentos do nada, dores de cabeça ou sensação de "arrepios"... está limpando, está ajustando seu físico para uma nova e mais próspera realidade...deixa ir... NÃO É RUIM! É apenas desconfortável. Sempre digo, respeita seu corpo, dorme o máximo que puder e beba muitaaaa água! Se precisar, tome um remédio, porém evite ao máximo. Sentiu vontade de vomitar? Vomita e coloca tudo isso para fora de uma vez. Sentiu vontade de chorar horrores? Pois então chora, não fica guardando. NÃO coloque resistência ao seu processo. Sentiu vontade de ligar pra alguém? LIGA! Deu vontade de jogar tudo pro ar e ir vender coco na praia? VAI! Respeite o que vier nesse momento. Sua intuição estará afloradíssima, aprenda a escutá- la!

Uma boa dica é criar um espaço especial em sua casa apenas para esta meditação, onde ninguém vai te perturbar ou interromper. Pode ser seu quarto, sala, qualquer lugar. Mas torne esse lugar sagrado. Se quiser coloque coisas aconchegantes como um almofada para se sentar, uma cadeira de meditação, difusor/incenso, cromoterapia, cristais, fontes de água...apenas evite imagens. Isso vai gerar uma associação e conexão em seu cérebro que facilitará sua prática, até o ponto em que só o fato de você sentar ou olhar para aquele lugar, instantaneamente irá criar o estado de quietude, serenidade, conexão e estado meditativo.

Teremos algumas etapas para este processo. As 4 primeiras são apenas para o começo de sua jornada, elas são preparatórias. Quando você já tiver "pegado o jeito", poderá abandoná-las e fazer somente a última. Fica a seu critério.

- A primeira, são estas explicações que irão acionar e "acalmar" seu lado esquerdo e racional do cérebro. Para aqueles que tem este lado mais aflorado, é preciso entender racionalmente o que estamos fazendo e qual o propósito disto.

- A segunda etapa corresponde a um áudio no qual eu vou te ensinar a respirar corretamente e conscientemente, apenas isto. As respirações irão guiar nossa prática (você vai ver na última etapa).

- A terceira etapa é uma meditação para limpeza de suas emoções e densidades, elevação de sua frequência, equilíbrio do lado direito do cérebro e despertar o sentimento de amor universal para que possam sentir o Merkabah vivo.

- A quarta etapa trata de imagens dos Mudras, dos tetraedros e da estrela tetraédrica (que é o formato de seu Merkabah), para você poder entender o que fazer na prática.

Os Mudras basicamente, são "posturas com as mãos" que te conectam com as energias dentro de seu corpo e "fecham" estes circuitos fazendo com que elas circulem, sejam direcionadas, equilibradas, etc.

Os tetraedros são para você ver a estrela separadamente, pois é a junção deles que forma sua estrela.

A estrela em um primeiro momento, é para você ter uma referência do que deve imaginar, com sua prática você começará a ver e a sentir realmente este campo de luz.

- A quinta e última etapa é a meditação em si, que farei de duas formas: uma parte escrita para que possa treinar e um áudio que unirá as demais etapas para que você possa praticar. Ela consta de 17 respirações que servirão para limpeza e equilíbrio dos circuitos elétricos (das energias que estão circulando entre seus Chakras e Meridianos...), estabelecer o fluxo adequado de Prana (energia vital), recriar a respiração chamada esférica para que você eleve sua frequência e consciência e mude de terceira para quarta dimensão e para recriar os campos contra rotatórios do Merkaba vivo dentro e ao redor de seu corpo. Obs: durante sua prática, poderá sentir tonturas, arrepios, visualizar luzes e cores, ter vontade de chorar... é absolutamente normal ok?

Etapa 2
Etapa 2

Esta etapa se refere à prática da respiração correta.
Pratique até que se torne automática.

Etapa 3
Etapa 3

Etapa 3 - Meditação para limpeza e elevação do campo
Pratique até conseguir elevar seu estado de sentimento.

Etapa 4
Etapa 4

Etapa 4 - Estrela Tetraédrica

Na sua prática você vai começar imaginando (para depois realmente ver e sentir), uma Estrela Tetraédrica ao redor de seu corpo.
Ela é uma figura geométrica, formada por dois Tetraedros - SOL E TERRA.

E aqui estão as figuras para você se adaptar ao formato e poder fazer sua visualização.
Nota: você verá que dizemos homens e mulheres durante a prática e direcionamos os Mudras e movimentos de rotação de acordo com isso. Você se comportará da forma como escolher e se sentir confortável ok?


Veja na figura os dois Tetraedros separados, para sua melhor compreensão.

O tetraedro Sol é a parte de cima e o Terra é a parte de baixo.

Na sua meditação você vai visualizar essa figura ao redor de você, a parte de cima e a parte de baixo juntas.
Se você for mulher vai imagina a pontinha da parte de baixo (terra) virada para frente, e se for homem virada para trás.
Quanto à parte de cima (Sol) é o contrário, se você for mulher vai imaginar a pontinha virada para trás e se for homem para frente.
A parte do Sol sempre vai girar no sentido ANTI HORÁRIO e a Terra no sentido HORÁRIO. Imagine que você está olhando para um ponto na sua frente, anti-horário para a esquerda em relação ao seu corpo e horário para a direita em relação ao seu corpo.

Quando você for imaginar sua estrela tetraédrica - MERKABA, ela será completa conforme a figura.

ATENÇÃO: CLIQUE NA FIGURA PARA MELHOR VISUALIZAÇÃO E PASSE PARA O LADO PARA VER AS OUTRAS IMAGENS!

Etapa 4.2
Etapa 4.2

Etapa 4 - Mudras

Na sua prática você vai usar alguns Mudras.
Aqui estão as fotos deles para você saber o que fazer com as mãos.

Gyan Mudra
Unir polegar e indicador de ambas as mãos.
Respiração 1 e Respiração 5

Shuni Mudra
Unir polegar e dedo médio de ambas as mãos.
Respiração 2 e Respiração 6

Prithvi Mudra
Unir polegar e anular de ambas as mãos.
Respiração 3

Varun Mudra
Unir polegar e anular de ambas as mãos.
Respiração 4

Kubera Mudra
Unir polegar, indicador e dedo médio.
Respiração de 7 a 13


Dhyana Mudra
Homens: dorso da mão esquerda em cima da palma da mão direita, ambas voltadas para cima, fazendo com que os polegares se toquem levemente.
Mulheres: dorso da mão direita em cima da palma da mão esquerda, ambas voltadas para cima, fazendo com que os polegares se toquem levemente.
Respiração de 14 a 17



ATENÇÃO: CLIQUE NA FIGURA PARA MELHOR VISUALIZAÇÃO E PASSE PARA O LADO PARA VER AS OUTRAS IMAGENS!

Etapa 5
Etapa 5

Etapa 5 - Orientações para prática - Guia para treinar

Você vai se sentar e treinar cada uma dessas etapas antes de ouvir o áudio e praticar seriamente.
Depois você vai acabar decorando e fazer sozinho o que não deve levar nem 10 minutos do seu dia.
Duas ou três vezes que você ler este roteiro já devem ser suficientes para você se adaptar e internalizar.

A prática consta de 17 respirações, cada uma delas com uma visualização e uma intenção.
A esta altura você já deve ter praticado bastante e a respiração diafragmática e já se tornou um hábito no seu dia a dia.
Usaremos esta respiração sempre de forma contínua, rítmica, da forma mais natural e confortável possível.
Será sempre pelas narinas exceto em alguns momentos que eu vou mencionar aqui.

Treine cada uma dessas práticas para quando ouvir o áudio completo da etapa 5 já estar familiarizado.
No começo pode parecer complicado, mas só a sua prática e constância irá fazer com que fique fácil e automático e você vai ver que na verdade é muito fácil e vai te trazer benefícios incríveis!!!

1. Respiração diafragmática, pelas narinas, inspira contando pelo menos até 5, expira contando até 5 e segura o vazio contando até 5.
Faça com que sua respiração seja fluida, contínua, sem interrupções ou solavancos e que o movimento de seu abdômen e tórax estejam em sintonia.
Se conseguir, aumente seu tempo para 7...8... Faça de maneira que for mais confortável e fluida para você.
Neste primeiro momento pratique sem autocobrança e vá treinando.
Fiz dessa forma para que ficasse leve e para que você não se cobrasse tanto ou ficasse com medo de errar ou não estar fazendo certo.

2. Concentre-se nas figuras das estrelas tetraédricas e dos Mudras.
Possivelmente nas primeiras vezes, você vai precisar fazer a prática de olhos abertos para que veja as figuras até memorizá-las.

3. Durante esta meditação, você irá trazer sua atenção para seu coração e para o sentimento de amor (Nós trabalhamos o despertar deste sentimento na Etapa 3 - Meditação para Despertar o amor. Pratique esta meditação antes, até ter integrado este sentimento na sua vida e possa despertá-lo mais facilmente durante a prática de ativação do Merkabah).





PARTE I
Respirações de 1 a 6

A sua mente estará focada nos tetraedros, com sua cor branca crística e na visualização em Kumbhaka (retenção - é segurar o vazio antes de inspirar) e Trataka (movimento com os olhos).
E o seu corpo irá fazer os Mudras, posicionamento das mãos, sempre voltadas com as palmas para cima.

*Na Inspiração: Você irá visualizar o
Tetraedro Sol - que é a parte de cima.
Se você for homem irá visualizar com a ponta para frente, e se for mulher, com a ponta para trás.
Visualize ele na cor branca crística - da cor de um raio, bem brilhante envolvendo o seu corpo.

Procure ao longo de sua prática não somente imaginar e visualizar, mas desenvolver a percepção, senti-lo ao redor de seu corpo.

*Na Expiração: Você irá visualizar o
Tetraedro Terra - que é a parte de baixo.
Se você for homem irá visualizar com a ponta para trás, e se for mulher, com a ponta para frente. Também preenchido com a luz branca brilhante.


*Vizualição em Kumbhaka (significa segurar o vazio) - enquanto segura o vazio, antes de começar uma nova inspiração, visualize um triângulo equilátero (todos os lados iguais) onde a ponta está virada para baixo (em direção à terra) e o plano horizontal está na altura de seu coração.
É como um triângulo de cabeça para baixo, a parte reta de cima fica na altura do seu coração e a ponta para baixo na altura do seu umbigo.

Você vai imaginar esse triângulo saindo como um raio de cor terrosa/escura que empurra todas as energias negativas recolhidas em seu ser para fora para o centro da terra (imagine saindo pela ponta do tetraedro terra).
Não é preciso imaginar ou pensar quais energias negativas, por isso os Mudras estão nessa prática, eles já fazem isso.

Ao mesmo tempo que você está mandando esse raio para baixo você vai fazer o seguinte movimento com os olhos (podem ser abertos ou fechados - esta prática chama-se Trataka e trás inúmeros benefícios como cura da visão, despertar intuição e visão interior, mais clareza e consciência, limpa pensamentos e sentimentos negativos, etc.): mova seus olhos um em direção ao outro para dentro, como se estivesse vesgo (não tem problema se não conseguir, apenas coloque a intenção), e em seguida olhe para o ponto entre as sobrancelhas, como se tivesse olhando para cima, mas de forma sutil sem exageros.
Quando estiver lançando o raio/triângulo equilátero para a terra, olhe para baixo o mais rápido possível e depois volte a posição normal e inspira passando para a próxima respiração.

Então vai ser assim em todas as 6 respirações: você inspira e visualiza o tetraedro Sol na cor branca brilhante.
Expira visualize o tetraedro Terra também na cor branca brilhante.
Relaxe seu peito e abdômen e segure o vazio (Kumbhaka), enquanto segura o vazio mande o triângulo carregado com energias negativas em direção à Terra ao mesmo tempo que direciona seu olhar para dentro, para cima e depois para baixo rapidamente.
Enquanto você inspira, expira e segura o vazio você estará também fazendo uma postura com as mãos (Mudras).

O que muda de uma respiração para outra é o Mudra (posição das mãos - sempre com as palmas voltadas para cima).

Respiração 1: Polegar e indicador de cada mão se tocando levemente - Gyan Mudra.
Respiração 2: Polegar e dedo médio juntos - Shuni Mudra
Respiração 3: Polegar e anular juntos - Prithvi Mudra
Respiração 4: Polegar e dedo mínimo juntos - Varun Mudra
Respiração 5: Novamente polegar e indicador juntos - Gyan Mudra
Respiração 6: Novamente polegar e dedo médio juntos - Shuni Mudra






PARTE II:
Respirações de 7 a 13

Agora teremos um novo padrão onde não precisará visualizar a estrela Tetraédrica.
Você deve manter sua respiração fluída e rítmica, sem interrupções e sem contenções (sem segurar o vazio) desta vez.
Inspira e expira em um movimento contínuo.

Você vai visualizar um tubo que passa pelo centro de seu corpo e vai de: uma mão acima da sua cabeça e uma mão abaixo de seus pés.
Este tubo tem o diâmetro do círculo formado quando você une o seu polegar com seu dedo médio de uma mesma mão.
Neste tubo você vai imaginar em cada extremidade (ou seja, em cada ponta), uma abertura bem pequenininha, onde irá entrar o prana (energia vital) que você pode visualizar incialmente com a cor branca brilhante - se vierem outras cores, não tem problema, siga sua intuição.

Mudra: vai ser usado tanto na inspiração como na expiração.
Em todas as próximas 7 respirações mantenha este Mudra: Polegar, Indicador e Dedo Médio, gentilmente unidos, em cada uma das mãos, com as palmas voltadas para cima - Kubera Mudra.



Respiração 7: traga o sentimento de amor para o coração e sinta-o se expandindo.

Sinta o tubo no seu corpo e o Prana passando, subindo e descendo pelo tubo, sem interrupções, em um movimento fluido e contínuo, da seguinte forma: ele vem do céu e entra pela extremidade que fica acima do topo de sua cabeça, e ele vem da terra e entra pela extremidade que fica abaixo de seus pés.
Estes dois fluxos de Prana se encontram na altura de seu umbigo.

Você vai sincronizar sua respiração assim: no exato momento em que inspira acontece esse encontro e forma uma esfera de luz do tamanho de uma uva.
Conforme você for expirando ela vai aumentando.

Então a respiração 7 fica assim, você une polegar, indicador e dedo médio, imagina o tubo, imagina o Prana (luz branca) entrando por cima e por baixo do tubo e quando inspira o encontro entres esses "dois Pranas" acontece na altura do seu umbigo e forma uma bolinha de luz e ao expirar a esfera se expande. Este fluxo de Prana não para, bem como sua respiração, você logo passa para a próxima (respiração 8).
Quando expirar não force a saída de ar dos pulmões, quando eles estiverem naturalmente vazios simplesmente inicie a inspiração.



Respiração 8: traga para o coração o sentimento de verdade e sinta-o se expandindo.

Faça o mesmo movimento: inspira o encontro acontece, expira a esfera cresce e mantenha o mesmo Mudra.

A diferença é que agora a esfera seu tamanho máximo e não pode crescer mais do que isso, ela permanecerá intacta deste tamanho.
Para você ter noção do tamanho de sua esfera coloque o seu dedo médio (de ambas as mãos) na borda do umbigo (ou seja, um dedo de cada lado). A distância do seu dedo médio até a linha do seu pulso (aquela dobrinha entre o punho e a mão) é o tamanho do raio da esfera no seu caso.



Respiração 9: traga para seu coração o sentimento de beleza e sinta-o se expandindo.

Inspiração: a esfera inicial não pode crescer mais, então o Prana que continua entrando se concentra dentro dela, tornando-a cada vez mais brilhante, criando então uma nova esfera de Prana dentro desta que permanece intacta e com luz branca brilhante.

Expiração: visualize ainda mais brilhante.



Respiração 10: traga para o coração o sentimento de confiança e sinta-o se expandindo.

Inspiração: a esfera de Prana atinge sua concentração máxima e agora ela muda sua cor para dourado brilhante como o Sol.
Note que a esfera inicial permanece do mesmo tamanho e com cor luz branca brilhante. Você vai visualizar a esfera de Prana mudando de cor.

Expiração: a esfera de Prana se expande exatamente quando você solta o ar e fica do seguinte tamanho: imagine seus braços abertos na horizontal até a extremidade de seus dedos médios de cada lado, esta é a medida da esfera de Prana quando ela cresce.
Seu corpo agora está completamente envolvido em uma esfera de luz dourada brilhante.

Obs1: nessa e nas próximas três expirações apenas, façam um "biquinho" com os lábios e soprem o ar ao expirar.
Obs2: note que a pequena esfera original ainda está lá. Há agora duas esferas, uma dentro da outra.



Nas respirações 11, 12 e 13: relaxe e interrompa a visualização, continue mantendo o Mudra e procure apenas sentir o fluxo de Prana surgindo através do céu e da terra, se encontrando no umbigo e expandindo para a esfera maior dourada.
Mantenha a mesma respiração profunda e contínua, expirando de forma que você sopre o ar com gentileza.
E para cada uma das respirações os sentimentos que você deve trazer para o coração são:
Respiração 11: sentimento de harmonia
Respiração 12: sentimento de paz
Respiração 13: reverência à Deus




NOTA: A prática acima descrita pode ser direcionada para diversos propósitos. Você pode canalizar essa energia vital para diversas questões como: cura emocional, liberação de crenças, visualizações dos seus sonhos, cura física, etc.
Quando necessário, se não estiver em um bom dia ou com sentimentos ruins, faça sua prática somente até aqui.
Quando for ativar seu Merkabah na Parte III/IV, certifique-se de estar com sentimentos elevados.
Se não estiver em um bom dia, não deixe de praticar, faça a parte I e II.






PARTE III:

Respiração 14

Novamente traga para o coração o sentimento de amor.
Mova o ponto de encontro entre o Prana que vem da terra e do céu para o centro do seu coração (dois ou três dedos acima do osso esterno).
Mova a esfera grande de prana junto com a esfera menor ainda dentro da maior, para este ponto no centro do peito.
Chegou a hora de mudarmos a consciência terrena para a consciência crística, para isso serve esta respiração.

Mudra: será usado para o resto dessa meditação (até a respiração 17) - Dhyana Mudra
Homens: dorso da mão esquerda em cima da palma da mão direita, ambas voltadas para cima, fazendo com que os polegares se toquem levemente.
Mulheres: dorso da mão direita em cima da palma da mão esquerda, ambas voltadas para cima, fazendo com que os polegares se toquem levemente.

Respiração contínua, rítmica e profunda pelas narinas, partindo do centro do peito, prestando atenção no fluxo de prana, subindo e descendo pelo tubo, se encontrando no esterno e expandindo em uma grande esfera de luz dourada.
Igual você fez em 11, 12 e 13, porém neste novo ponto de encontro e sem fazer o orifício com os lábios ao expirar.
Procurem simplesmente sentir, apenas sentir.






PARTE IV:

Mudra: mesmo que o anterior - Dhyana Mudra. Mãos sobrepostas, com as palmas viradas para cima e polegares se tocando.

Aqui trabalharemos com energias que tem uma força enorme, dentro e fora de você.
Mantenha sempre o sentimento de amor incondicional por toda forma de vida.
Se não estiver em um bom dia ou estiver cultivando sentimentos ruins, faça as outras práticas anteriores até sentir que consegue emanar amor.
NÃO faça essas próximas respirações quando estiver vibrando pensamentos e sentimentos menos nobres.
Seja responsável quanto a isso.

Agora imagine a estrela Tetraédrica em sua forma multidimensional (é aquela mesma figura só que você vai imaginar ela 3D) como se fossem Três estrelas Tetraédricas independentes e sobrepostas uma sobre a outra, exatamente do mesmo tamanho, girando sobre o mesmo eixo.
Vai imaginar essa estrela girando ao redor de você, a parte de cima girando no sentido anti-horário, a parte de baixo girando no sentido horário.

Breve explicação: essa forma multidimensional tem a polaridade: feminina, masculina e neutra.
É preciso visualizar ela dessa forma para que se trabalhe a parte espiritual e todo o seu potencial.
Se visualizar ela somente em 2D como na figura, não vai "pegar" essa parte espiritual para ser trabalhada, vai apenas se sentir bem.
É como em um filme 3D que usamos aqueles óculos sabe?
Só que você não vai visualizar na sua frente e sim ao redor de você, fazendo parte de você, para que futuramente você possa senti-la.
A prática vai te levar a isso, não se cobre perfeição, vai acontecer naturalmente, você vai ver, "do nada" vai sentir e visualizar corretamente.

A primeira: neutra. Representa o próprio corpo e está fixada na base da coluna.
A segunda: masculina - elétrica. Representa a mente e gira no sentindo anti-horário em relação ao seu corpo, ou seja para a esquerda.
A terceira: feminina - magnética. Representa as emoções e gira no sentido horário em relação ao seu corpo, ou seja para a direita.

Quando for imaginar, não imagine apenas os tetraedros sol e terra girando em direções opostas.
Mas imagine as estrelas: cada uma tem um tetraedro sol e um terra, então são no total: 3 conjuntos de tetraedro sol e três de tetraedro terra.
Então quando imaginar, pense nesses três conjuntos sol girando anti-horário e nos três conjuntos terra girando no sentindo horário.
Caso não faça isso, não conseguirá alcançar níveis superiores, apenas ficará no terreno.

Lá na primeira respiração imaginamos um tetraedro sol e um terra, formando uma estrela.
Estávamos no início e nos adaptando à prática.
O conjunto de um tetraedro sol e um terra forma uma estrela tetraédrica.
Aqui nesta parte, imaginaremos as estrelas girando, cada um de seus tetraedros girando em direções opostas, imagine essa figura rodando, a parte de cima para um lado e a parte debaixo para outro, só isso.
NÃO se preocupe, isso ficará intuitivo conforme pratica. Só parece complexo para a mente racional.



Respiração 15

Inspire e diga mentalmente: velocidade igual.
Apenas isso. A essa altura, seu ser já entendeu o trabalho que você está fazendo e você está conectado com seu Eu Superior, então não é necessário raciocinar, calcular ou sequer entender, você saberá exatamente o que e como fazer.
Os tetraedros de suas estrelas começarão a girar em direções opostas e com mesma velocidade.
Neste primeiro momento, talvez você não seja capaz de sentir, muito menos visualizar pois é muito rápido (1/3 da velocidade da luz), mas você deu início a ativação de seu Merkabah, como se desse partida no motor.
Expiração: faça novamente um biquinho e sopre o ar e imaginem os tetraedros girando.



Respiração 16

Enquanto inspira apenas diga mentalmente: 34/21.

Nota: significa que o tetraedro mental (parte de cima) irá girar 34 vezes para a esquerda e o emocional (parte de baixo) 21 vezes para a direita.
É importante que, se algum dia na sua visualização você sentir que esse movimento está ao contrário você o corrija.
Basta dizer tetraedro mental 34 e tetraedro emocional 21.
Expiração: enquanto expira (através de um sopro pela boca) a velocidade do giro é aumentada para 2/3 da velocidade da luz, e quando estiver soltando o ar rapidamente imagine que surge um disco achatado (parecido com um disco voador) na base da sua coluna vertebral, com 16 metros de diâmetro (é bem grande mesmo, talvez você não consiga precisar esse tamanho racionalmente, mas confie em sua intuição), e fica ao redor de seu corpo.

Quando o disco surgir ele deve estar exatamente na base da coluna (na região do períneo).
Se na sua visualização ele não aparecer nessa região, simplesmente direcione ele até lá com sua imaginação e comando mental.
Essa é a matriz de energia chamada Merkabah, quando você realmente começar a senti-lo verá que ele é instável e será preciso a respiração 17 para que se obtenha a velocidade mais elevada dele e a sua estabilidade.


Respiração 17

Inspira e diga mentalmente: nove décimos da velocidade da luz.
Isso estabilizará o campo giratório de energia.
Expiração: soprando pela boca (com um biquinho entre os lábios) soltando o ar com toda força quando sentirem que a velocidade aumenta (lembre-se: o sentir requer prática e talvez você ainda não consiga no começo, porém mantenha a INTENÇÃO).

A partir desse momento, você está com seu Merkabah ativado e com a ajuda de sua intuição/Eu Superior você saberá o que significa.
E depois de terminar este exercício permaneça algum tempo em contemplação, assimilando tudo.
Seus pensamentos, sentimentos e intuição estarão amplificados e potentes neste estado meditativo.
É um excelente momento para fazer afirmações positivas, estabelecer propósitos, decretar realizações, fazer perguntas, coloque toda sua intenção no que quer, tudo que possa contribuir com sua evolução.
É neste momento aqui que você vai pedir todos os seus desejos.
Aliás pedir não, decretar. Dar comandos.
***É importante eu te orientar para pedir proteção para qualquer influência negativa ou mau qualificada, decrete (do seu jeito) que você sempre estará protegido e bem guiado.

Decrete também que seu Merkabah não interfira em campos eletrônicos, aparelhos eletrônicos, objetos ou espelhos (eles podem quebrar por causa da forte energia).





Orientações finais

Vai chegar um momento, quando você estiver pronto e for certo para você que receberá intuição e orientação para continuar esta prática com uma outra respiração e ir além do que já conquistou até agora.
Talvez não através de mim, mas de seu Eu Superior e com instruções necessárias e guiança divina.
Você saberá o que fazer sozinho e sem nenhuma orientação externa.
Existem outras coisas que podem ser conquistadas e aprendidas além dessa poderosa ativação que você acabou de fazer, se for para seu bem e para o bem maior, você vai ser guiado para continuar sua prática para técnicas mais "avançadas" e vai ter certeza disso.
Mas até aqui, TUDO que você acreditar que é possível conquistar, você tem poder e capacidade para isso.


Se na sua prática você observar que os tetraedros tem tamanhos diferentes, significa que há algum trauma que você ainda não conseguiu lidar bem, alguma cura emocional é necessária.
Volte à prática da esfera de luz e canalize sua intenção no final da prática para que seja realizada a cura para o que for necessário da maneira harmoniosa possível. Todos eles tem que ter o mesmo tamanho!


Importante: não é visualizar a estrela na sua frente, mas senti-la ao seu redor, fazendo parte de você. Não é algo dissociado de você.


Durante a ativação você pode sentir arrepios, ver cores, ouvir sons, ver formas, sentir cheiros, sentir alguma tontura ou enjoo... tudo isso é normal.


Se por acaso quando estiver visualizando os tetraedros ou o prana com luz branca e vier outra cor, está tudo certo também.


Programe seu Merkabah com comandos. Simples assim.
Se aquele comando for certo, ele executará para sempre ou até que você mude o comando.
Peça sempre proteção, guiança e use para seus propósitos e realização pessoal!
Você pode dar os comandos de maneira clara e específica ou sentir no seu coração e deixar sua intuição te guiar.
Cuidado com os desejos do Ego, sempre pergunte ao seu Eu Superior se é permitido para ter mais clareza.


Não use seu Merkabah para cura de outras pessoas a não ser que seu eu superior te instrua a fazer isso!
E você saberá CLARAMENTE QUANDO, COMO E SE poderá fazê-lo (quando há dúvidas, não há certeza).
Qualquer caso contrário a essa certeza, é ego e manipulação (mesmo que com boas intenções) e isso poderá trazer consequências negativas para si e para o outro! NÃO INTERFIRA!
A não ser que tenha uma visão ABSOLUTAMENTE CLARA sobre isso!
Essa recomendação é muito séria! Por mais que seja seu filho, seu marido ou que te parta o coração ver o sofrimento alheio: NÃO interfira!
Repito: graves consequências podem ocorrer a partir do momento que vc interfere na vida do outro!
Controle seu ego e confie que o melhor sempre vai acontecer para aquela pessoa!
Você pode enviar boas energias para ela através de seus pensamentos positivos e de confiança/fé, se quiser, e apenas isso a não ser que seja claramente instruído!
NÃO USE SERU MERKABAH PARA OUTRAS PESSOAS DE JEITO NENHUM!!!! Não importa qual justificativa você encontre, NÃO ENVOLVA TERCEIROS (nem animais ou nada disso).


Sempre sempre sempre mantenha o sentimento de amor, o mais sublime possível!
O amor cria, transforma, cura tudo!
Jamais ative seu Merkabah se estiver com más intenções ou sentimentos e pensamentos ruins! JAMAIS!
Se não estiver em um bom dia pode fazer apenas as primeiras práticas para obter uma melhora, depois se perceber genuinamente essa melhora, SÓ ENTÃO faça a ativação final.


Seu sistema de crenças diz muito sobre os resultados que você obterá e a velocidade deles.
Se você acredita que TUDO, absolutamente tudo é possível e está livre de limitações, assim será!
Se você tem limitações ou acredita que não merece, que é difícil ou que não é possível, assim também será!
Se algo não está funcionando, reveja aquilo que realmente acredita!
Se identificar alguma limitação, pode enviar a esfera de Prana para sanar suas crenças.


Confie em seu Eu Superior, essa parte mais nobre de você que te intui e te guia!
Você saberá o que fazer, quando e como se ouvir a guiança de seu coração!

Se porventura alguma vez receber uma mensagem que não seja moralmente correta ou que lhe traga desconforto, está claro que não é seu Eu Superior.
Imagine essa mensagem queimando em fogo violeta e deixa ir!


Uma dica para entrar em contato mais rápido com seu Eu Superior é honrar a si mesmo: brincar, fazer o que te deixa feliz, aquilo que te traz prazer e bons sentimentos, e também se conectar com a natureza, respeitar e honrar a mãe terra: ficar em contemplação, fazer aquilo que te proporciona leveza e bem estar!


Desejo enfim, uma excelente prática e uma vida leve, próspera e repleta de conquistas!

Etapa 5.2
Etapa 5.2

Áudio para prática
Pode usar o áudio para guiar sua prática até que fique confortável.
Logo você vai perceber que consegue fazer sozinho.

bottom of page